"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

Buritiense na disputa de MMA Nacional

sexta-feira, 31 de maio de 2013

14

PREFEITURA DE BURITI-MA DEIXA DE CUMPRIR LEI DA TRANSPARÊNCIA

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Ø  TCE deve notificar a Prefeitura municipal pelo não cumprimento da lei e poderá ser multada em 14 mil
Na quarta-feira 28, foi o último dia para que todas as prefeituras com menos de 50 mil habitantes, categoria que inclui Buriti com pouco mais de 27 mil, divulgassem todos os dados relativos às suas receitas e despesas, em tempo real, na internet. Entretanto, até agora em Buriti sequer a prefeitura disponibilizou um site para que as informações necessárias ficassem disponíveis em uma página oficial na internet.
Buriti não está sozinho nesse descumprimento. Levantamento da CNM (Confederação Nacional dos Municípios) estima que pelo menos 37% de municípios com até 50 mil habitantes em todo o Brasil descumprem a lei e em muitos que criaram uma página oficial, contudo, não existem as informações ou não são claras o suficiente para atenderem a lei.
Por conta disso, o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA), responsável por fiscalizar a adequação das cidades à lei, poderá notificar todos os municípios que não cumpriram a determinação da Lei Complementar 131, de 2009.
Esta legislação obriga a criação dos portais de transparência, para que a população saiba como está sendo usado o dinheiro público. A lei se aplica ao Governo Federal, todos os Estados e Municípios. As informações, no entanto, têm que estar pormenorizadas e de fácil interpretação. Pela lei, a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios com mais de 100 mil habitantes teriam um ano para implantar o site, dois anos para as prefeituras entre 50 mil e 100mil habitantes e quatro anos para os Municípios com menos de 50 mil habitantes.
PUNIÇÃO
Os municípios que descumprirem a lei irão sentir os efeitos da punição nos cofres da prefeitura, que podem ser punidas com a suspensão das transferências voluntárias de recursos, como as emendas parlamentares e o dinheiro de programas dos ministérios. A punição acabaria tendo reflexos para a população local. As prefeituras das cidades com até 50 mil habitantes tiveram quatro anos para se adequar. Municípios acima dessa faixa, também tiveram prazo para criarem os mecanismos necessários ao cumprimento da Lei.
A Lei Orgânica do TCE prevê multa máxima de até R$ 14.894,73 em caso de grave infração ou não cumprimento de norma legal.
O CORREIO ENTROU COM REQUERIMENTO SOLICITANDO INFORMAÇÕES BASEADO NA LEI
No ano passado, com base na Lei de Acesso à Informação, o redator-chefe deste Blog, Aliandro Borges, entrou com vários requerimentos, uns direcionados a secretaria de assistência social, comandada pela ex-primeira dama Ivonilce Mourão, outros à comissão permanente de licitação (CPL) e também à secretaria municipal de saúde, sob o comando de Edivaldo Pimentel, todos foram recebidos, porém nenhum respondido no prazo estipulado pela lei, o que poderia acarretar a abertura de um processo administrativo aos servidores que negaram a informação.
Cópias dos requerimentos foram entregue ao Ministério Público Estadual e um deles, que trata da “Cozinha Comunitária”, acarretou um procedimento para apurar as informações do funcionamento da suposta cozinha em local não conhecido pelos buritienses.
A Lei da Transparência de 2009 juntamente com Lei de Acesso à Informação de 2011 têm como objetivo promover e expandir a fiscalização das administrações públicas e assim evitar casos de corrupção. Qualquer cidadão pode denunciar quem não cumprir a legislação para o Ministério Público.
COMO O MINISTÉRIO PÚBLICO PODE AGIR PARA FAZER VALER A LEI
O Ministério Público pode entrar com representação judicial para medidas cabíveis no campo penal e da improbidade administrativa.
Outras possibilidades neste caso são: a determinação da adoção de medidas corretivas aos gestores visando ao exato cumprimento das normas de transparência e de acesso à informação; a celebração de Termos de Ajustamento de Gestão (TAGs), estabelecendo prazos e compromissos para correção de desvios.
 Em caso de ilegalidades comprovadas, os Tribunais de Contas podem adotar as seguintes deliberações:
I – emitir Parecer Prévio recomendando, ao Poder Legislativo, a rejeição das contas de governo ou estabelecendo ressalvas específicas em relação ao descumprimento da Lei de Acesso à Informação (LAI);
II – julgar irregulares as contas de gestão;
III – aplicar multa ou outra sanção prevista na Lei Orgânica aos responsáveis pelo descumprimento das normas de transparência e de acesso à informação;
IV – determinar a adoção de medidas corretivas aos gestores visando ao exato cumprimento das normas de transparência e de acesso à informação;
V – firmar, onde houver previsão normativa, Termos de Ajustamento de Gestão (TAGs), estabelecendo prazos e compromissos para correção de desvios;
VI – representar ao Ministério Público para as medidas cabíveis no campo penal e da improbidade administrativa.
PAPEL DA CÂMARA MUNICIPAL
A Câmara Municipal deve exigir que a prefeitura instale um sítio virtual (site) onde possa ser facilitado o acesso aos dados do município a qualquer cidadão, e, paradoxalmente, ela mesma também deve criar seu próprio sitio.

O Correio faz um apelo para que o promotor de Justiça, Dr. Clodoaldo Araújo Nascimento, inicie imediatamente um diálogo com os poderes legislativo e executivo para que se cumpram a Lei da transparência e também a de acesso à informação. 

terça-feira, 28 de maio de 2013

32

AGENCIA DOS CORREIOS DE BURITI AGORA É HEXACAMPEÃ EM ASSALTOS SOFRIDOS

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


* Com informações de um Leitor, amigo e Admirador do "Correio Buritiense”. 
"Fechado por motivo de roubo”, era com esta oração simples afixada no vidro da porta, que, após o assalto da última quinta-feira (23), a agência dos Correios de Buriti informava a razão de não está aberta. Pois é. Porém, mal foi tirada a placa, tornou a "servir" novamente, isso mesmo, mal a "plaquinha" foi retirada voltou a ser recolocada, mas não é porque a mensagem fosse bonita ou algo assim. Não. É que ontem (27), quatro dias após o ultimo roubo da quinta 23, por volta das 13h45min, dois assaltantes, montados em uma moto Titan 150, cor azul, anunciaram um novo assalto, no caso o sexto sofrido pela agência, com a exigência da abertura do cofre.
Testemunhas relataram ao Correio Buritiense que os elementos ainda abasteceram no Posto Auto Nível que fica em frente aos Correios, sendo que um deles tinha característica de um dos bandidos do último assalto, além de portarem o mesmo tipo de arma (uma escopeta de dois canos).
Os criminosos estavam aguardando o horário de abertura do cofre quando desconfiaram de que a ação havia sido alertada para polícia que chegou minutos antes da fuga dos bandidos.

Agora já é a 6ª vez. Repito: SEXTA VEZ que a agência dos Correios de Buriti é assaltada e isso num intervalo de menos de uma semana. Para alguns tem lá um lado até engraçado, pois "Se o Brasil não conseguir ser ' HEXA' na copa de 2014 pelo menos nós, buritienses, já somos”, pena que seja numa modalidade que desagrada a todos, principalmente quem mais necessita dos serviços dos correios e do Banco Postal.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

17

CONHEÇA O "KIT PREFEITO" NO MARANHÃO, SEGUNDO O CONSELHEIRO WELLITON RESENDE.

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Kit prefeito: qualquer semelhança não é mera coincidência!
Na última quinta-feira (23), em palestra no II Encontro Estadual de Educação do Ministério Público do Maranhão, no Rio Poty Hotel em São Luís,, o auditor da Controladoria Geral da União), Wellinton Resende, apresentou aos presentes o "kit prefeito". Traduzindo, todo prefeito (a) tem que ter necessariamente três coisas: um supercarrão, um luxuoso apartamento e todos os filhos estudando Medicina em universidade particular. Eles fazem verdadeira mágica com seus salários que variam de R$ 8 a R$ 15 mil. 

Correio Buritiense acrescentaria também algumas amantes nesse kit.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

19

PENTACAMPEÃO: CORREIOS DE BURITI É ASSALTADO PELA 5ª VEZ

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


A agência de Correios de Buriti foi assaltada pela QUINTA vez ontem (24), cerca de 14h. Esse já é o quarto assalto sofrido, em anos recentes, em Buriti, pelos Correios. 
Dois sujeitos numa moto modelo titan, um com capacete e outro com óculos escuro, entraram na agência dos correios, na Rua Lino Machado, e anunciaram o assalto. Munidos de um revólver  calibre 38 e uma escopeta de dois canos, eles exigiam o cofre da agência, entretanto os funcionários disseram que o cofre era programado e então os criminosos levaram somente o dinheiro do caixa. O Valor não foi ainda não foi divulgado.
 É triste dizer isso, mas o relato do assalto que você leu agora já deve ter lido pelo menos outras quatro vezes recentemente. Isso menos: a agência dos correios de Buriti é pentacampeã de assaltos.


quinta-feira, 23 de maio de 2013

5

MORRE, AOS 83 ANOS, O EX-VEREADOR ÁLVARO DE OLIVEIRA COSTA, CONHECIDO COMO ALVIM.

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Morreu na manhã de hoje (23), em Teresina – PI, vítima de um AVC, o ex-vereador Álvaro de Oliveira Costa, chamado pelos populares de “seu Alvin Nanuca”. Ele foi internado no dia 10 deste mês no Hospital do Trabalhador Buritiense (HTB) após sofrer um derrame em casa. Seu quadro clínico piorou e a família o levou para Teresina - PI no dia 11. Por volta das 4h de hoje, fragilizado pela idade, ele não resistiu e faleceu.
Nascido em 1930, ex-vereador por três mandatos, entrou na política em 1989 e dela saindo apenas nos anos 2000, seu Alvim deixa um legado político para seus sucessores familiares. Foi presidente da Câmara em seu último mandato de 1997 a 2000, como aliado do ex-prefeito Zé Vilar.
Mesmo após abandonar as disputas para vereança seu Alvim não deixou de participar da política. Elegeu como seu sucessor um dos seus 16 filhos, o também ex-vereador e presidente da Câmara César Costa por dois mandatos. Em seguida contribuiu para eleger seu genro, o ex-vereador e atualmente blogueiro Lauriel Freitas. Na última eleição, em 2012, sua filha Andrea Costa é eleita vereadora com total apoio da família.
Após a chegada em Buriti, o corpo do ex-vereador seguiu para o auditório da Câmara Municipal, onde foi velado, e, depois, foi levado para o povoado Barro Branco, onde fora celebrada missa de corpo presente na Capela de São Sebastião. A finalização da cerimônia de sepultamento está prevista para amanhã (24).

segunda-feira, 20 de maio de 2013

1

BOATO SOBRE FIM DO BOLSA FAMÍLIA LEVOU BENEFICIÁRIOS A SACAR R$ 152 MILHÕES NO FINAL DE SEMANA

Compartilhe:

Print Friendly and PDF



*Por Repórter da Agência Brasil
Após o boato sobre o fim do Bolsa Família, a Caixa Econômica Federal registrou 920 mil saques de beneficiários do programa somente no final de semana. Foram sacados R$ 152 milhões, informou a Caixa, que disse que o total de saques até hoje (20) serão confirmados na terça-feira, após finalização dos registros nos terminais de autoatendimento.
A presidenta Dilma Rousseff criticou hoje o boato e assegurou o compromisso do seu governo com o programa. Ela fez um apelo aos brasileiros para que não acreditem nos pessimistas e, sobretudo, nos boatos, “porque os boatos no país às vezes ocorrem de forma surpreendente”.
Em razão do grande movimento nas agências e do tumulto decorrente do boato, a Caixa chegou a antecipar o recebimento da parcela de maio, que hoje voltou a seguir o calendário normal  de pagamentos. O calendário está disponível no site www.caixa.gov.br e pode ser consultado pelo telefone 0800 726 0101.
Ontem (19), a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, desmentiu o boato de que o governo federal iria extinguir o programa   e de que um bônus pelo Dia das Mães estaria sendo pago apenas até ontem (19), o que levou centenas de pessoas a procurar um posto credenciado. Os rumores lotaram, no fim de semana, as agência da instituição nas capitais do Nordeste, além de Manaus, Belém e Rio.
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou a abertura de inquérito pela Polícia Federal   para apurar a origem do boato.

domingo, 19 de maio de 2013

0

MINISTRA PEDE QUE POPULAÇÃO SIGA O CALENDÁRIO DE SAQUES DO BOLSA FAMÍLIA POLÍCIA FEDERAL VAI INVESTIGAR BOATO SOBRE SUSPENSÃO DO PROGRAMA

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


*Repórteres da Agência Brasil
A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, fez hoje (19) um apelo para que a população siga o calendário do governo para saque do benefício do Programa Bolsa Família e não procure as agências da Caixa Econômica Federal e dos Correios antes da data.
Para a ministra, o boato de que o programa seria suspenso não prejudica o governo, mas a população. “Não consigo entender o que alguém ganharia [com o boato]. O governo não vai ser prejudicado, pois o Bolsa Família já está consolidado. Esperamos que seja um mal entendido”, disse.
A ministra declarou desconhecer relatos de usuários nas redes sociais que dizem ter conseguido sacar o benefício antes da data e que demonstraram temor de que isso sinalizasse uma interrupção futura do programa.
“Se a pessoa conseguiu sacar antes, é mais um motivo para não se preocupar, pois o dinheiro estava lá”. Segundo Tereza Campello, os recursos para o pagamento dos benefícios estão garantidos, mas é preciso obedecer ao cronograma. “Começamos a pagar sexta-feira [17], como previsto, e amanhã [20] segue normalmente”, disse.
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Federal abra inquérito para apurar a origem do boato sobre a suspensão do Bolsa Família. 
Segundo a ministra, a presidenta Dilma Rousseff está monitorando o assunto e sua principal preocupação é que as famílias sejam tranquilizadas quanto à continuidade do pagamento do benefício.
O Bolsa Família completará dez anos em outubro deste ano e, atualmente, atende a 13,8 milhões de famílias e a 50 milhões de pessoas. De acordo com Tereza Campello, no início da gestão de Dilma Rousseff o orçamento do programa era R$ 14 bilhões e saltou para os R$ 24 bilhões previstos para 2013. "É um programa que nunca foi contingenciado", declarou.
Um levantamento da Caixa Econômica Federal mostra que na região Nordeste houve tumulto para tentativa de saque em nove agências de Alagoas, 15 da Bahia, 14 de Pernambuco, 18 da Paraíba, 34 do Ceará, 8 do Piauí e 13 do Maranhão.
Segundo o banco, foi registrada confusão ainda no Rio Grande do Norte e em Sergipe. Até o momento, não foi divulgado o balanço em outras regiões. Mais cedo, a Presidência da República havia relatado também corrida de beneficiários a agências da Paraíba, do Amazonas e do Rio de Janeiro.
POLÍCIA FEDERAL VAI INVESTIGAR BOATO SOBRE SUSPENSÃO DO BOLSA FAMÍLIA
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Federal abra inquérito para apurar a origem do boato sobre a suspensão do Programa Bolsa Família, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).
A informação falsa de que só seria possível sacar o benefício até ontem (18) levou muitas pessoas às agências da Caixa Econômica Federal e dos Correios. A Presidência da República detectou a informação em estados como a Paraíba, o Amazonas, o Maranhão e o Rio de Janeiro. O boato se espalhou pelas redes sociais e há beneficiários perguntando se o Bolsa Família será suspenso ou cancelado.
A Caixa Econômica Federal e o MDS divulgaram notas negando qualquer mudança no calendário de pagamento e reafirmando a manutenção das regras do programa.
“O Ministério do Desenvolvimento Social informa que não há qualquer veracidade nos boatos relativos à suspensão ou interrupção dos pagamentos do Programa Bolsa Família. O MDS reafirma a continuidade do Bolsa Família, assegura que o calendário de pagamentos divulgado anteriormente está mantido e que não há qualquer possibilidade de alteração nas regras”, diz a nota do MDS.
”A Caixa Econômica Federal informa que o pagamento do Programa Bolsa Família ocorre normalmente de acordo com calendário estipulado pelo governo Federal”, diz a nota da Caixa.
O calendário de pagamento está no site www.caixa.gov.br e pode ser consultado pelo telefone 0800 726 0101.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

85

PROJETO DE LEI QUE REGULA O FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO LOCAL AOS DOMINGOS, DE AUTORIA DO VEREADOR JORGE DO SINDICATO, É APROVADO PELO PLENÁRIO DA CÂMARA.

Compartilhe:

Print Friendly and PDF



Vereador Josimar Alves, o "Jorge do Sindicato"
A Câmara Municipal aprovou, por 6 votos favoráveis contra 1, em primeiro turno, na sessão desta sexta-feira (17) o projeto de lei nº 08/2013, de autoria do vereador Josimar Alves Lima (o Jorge do sindicato - PDT), que trata da regulação do funcionamento do comércio local de Buriti, em destaque para repouso semanal do trabalhador buritiense.
O projeto do vereador Jorge vem preencher uma lacuna existente há muito no que diz respeito a funcionamento dos estabelecimentos aos domingos e feriados. 
O projeto, em seu primeiro artigo, assegura a todo empregado um descanso semanal de 24 horas consecutivas que deve ser, em parte ou no todo, no domingo. No caso de o comércio abrir as portas no domingo, ou mesmo no feriado, só poderá fazê-lo sem a presença do empregado, sendo que nesse caso o próprio empregador deve ficar no estabelecimento.
Se algum comércio desobedecer a Lei poderá, primeiro, ter seu alvará de funcionamento suspenso, e, se reincidir, terá cancelado a licença e também será interditado.
O projeto de Lei também trata da feira pública municipal que passa a ter autorização para ser instalada somente nos sábados, e não mais aos domingos como de costume.
Na justificativa de seu projeto, o vereador Josimar argumenta que a jornada de trabalho de 44 horas, garantida pela constituição, vem sendo sistematicamente descumprida pelos comerciantes de Buriti que, segundo o vereador, exigem muito mais que 48 horas semanais dos seus funcionários, inclusive, sem a devida renumeração. Josimar afirma ser fácil encontrar trabalhador em comércio recebendo apenas 200 reais mensais, o que constitui um afronta a legislação trabalhista, afirma o vereador.
O projeto do vereador Jorge do sindicato foi encaminhado 24h antes da sessão desta sexta, como determina o Regimento Interno da Casa, para ser votado. O presidente da Câmara, vereador Laudelino, abriu os debates para, então, colocar em votação. O vereador Renato Barros (PSDC) sugeriu que houvesse mais tempo para analisar o projeto, devido a importância e o impacto da matéria. Renato Barros, embora tenha votado favorável, queria que mais pessoas fossem ouvidas, com uma ampla sugestão de comerciantes.
 O Vereador Jorge do Sindicato, autor do projeto, ponderou que já havia solicitado à casa, via requerimento  de 11 de abril deste ano, audiência pública com todos os comerciantes, vereadores e com demais membros da sociedade, para debater sobre  o assunto. A audiência pública ocorreu no dia 23 de abril. Ele ainda esclareceu que o projeto apenas seria votado em uma das duas sessões como determina o regimento e que depois segue para comissão para ser revisto e aí, sim, ser ampliado com emendas ou até alterações.
O autor do projeto ainda justifica que não está querendo prejudicar nenhum dos comerciantes, seja ele de pequeno, médio ou grande porte, mas visa dignificar a vida do trabalhador, assim como a do próprio proprietário do comércio, pois o projeto não fere Lei Orgânica do município, Constituição Estadual, nem CLT e muito menos a carta magna de 1988, onde se ler que a carga laboral não pode ultrapassar 44h.
O PL 08-2013 ainda será votado em segundo turno (não tem data marcada ainda) e seguirá depois para sanção do prefeito Rafael Mesquita que também precisa baixar decreto regulamentado quais comércios serão fechados aos domingos como é citado no projeto.
Apenas o vereador Rosin votou contra o projeto. Estavam ausentes os vereadores Arnaldo Cardoso, Vanusa Flora (PC do B) e Benedito Caetano.
ATUAÇÃO DO VEREADOR JORGE DO SINDICATO
Mostrando compromisso com seus eleitores e exercendo seu papel constitucional, o vereador Jorge tem se destacado na Câmara municipal desde a primeira sessão.
Jorge do sindicato:Vereador oposicionista atuante.
 Engrandecendo a plenária da Casa, com discursos e debate qualificado, Jorge tem honrado com aquilo que prometera em campanha: criar leis para organizar o município e fiscalizar todos os recursos que são transferidos para cidade.
É de Jorge também o requerimento de nº 20/2013, de 10 de abril, que determinou o envio de informações sobre a prestação de contas dos recursos do Fundeb em 2012.

Veja abaixo como foram gastos os recursos do Fundeb, com informações repassadas após o requerimento do vereador:
RELATÓRIA DA EXECUÇÃO FINANCEIRA DOS RECURSOS DO FUNDEB 2012 DO MUNICIPIO DE BURITI/MA.
Obras e Instalações
REFERÊNCIA
VALOR
Fevereiro/2012
R$373.500,00
Março/2012
R$246.655,00
Abril/2012
R$246.655,00
Maio/2012
R$246.665,00
Junho/2012
R$246.665,00
Julho/2012
R$119.860,00
Agosto/2012
R$170.000,00
Setembro/2012
R$200.000,00
Novembro/2012
R$136.255,60

R$1.986.255,60
                      MATERIAL DE CONSUMO
REFERÊNCIA
VALOR
Janeiro/2012
R$733.651,27
Fevereiro/2012
R$335.213,49
Março/2012
R$447.195,00
Abril/2012
R$272.984,00
Maio/2012
R$12.430,00
Junho/2012
R$1.003.285,49
Julho/2012
R$5.295,00
Agosto/2012
R$255,00
Setembro/2012
R$96.559,98
Outubro/2012
R$93.349,19
Novembro/2012
R$284.991,92
Dezembro/2012
R$19.628,00
Total Geral =
R$3.304.838,34
MATERIAL PERMANENTE
REFERÊNCIA
VALOR
Janeiro/2012
XXXXXXXXXX
Fevereiro/2012
R$153.666.77
Março/2012
R$78.000,00
Abril/2012
XXXXXXXXXX
Maio/2012
R$91.156,90
Junho/2012
R$2.920,00
Julho/2012
XXXXXXXXXX
Agosto/2012
XXXXXXXXX
Setembro/2012
R$56.030,00
Outubro/2012
R$4.102,00
Novembro/2012
R$136.255,60
Dezembro/2012
R$202.029,00
Total Geral =
R$724.160,27
Pagamento Pessoa Jurídica
REFERÊNCIA
VALOR
Janeiro/2012
R$1.100.012,28
Fevereiro/2012
R$179.943,78
Março/2012
R$165.832,78
Abril/2012
R$249.086,01
Maio/2012
R$61.796,34
Junho/2012
R$159.132,92
Julho/2012
R$43.557,63
Agosto/2012
R$48.022,69
Setembro/2012
R$26.982,89
Outubro/2012
R$40.353,26
Novembro/2012
R$199.325.08
Dezembro/2012
R$31.224,97
Total Geral =
R$2.305.270,63
Pagamento Pessoa Física
REFERÊNCIA
VALOR
Janeiro/2012
XXXXXXXXXXXX
Fevereiro/2012
R$3.966,50
Março/2012
R$1.200,00
Abril/2012
R$3.366,50
Maio/2012
R$6.100,00
Junho/2012
XXXXXXXXXXXX
Julho/2012
R$2.400,00
Agosto/2012
R$1.400,00
Setembro/2012
R$5.916,50
Outubro/2012
R$1.400,00
Novembro/2012
R$9.117,66
Dezembro/2012
XXXXXXXXXXX
Total Geral =
R$34.867,16
Folha 60% do FUNDEB
REFERÊNCIA
VALOR
Janeiro/2012
R$769.604,51
Fevereiro/2012
R$1.346.316,10
Março/2012
R$967.904,86
Abril/2012
R$987.148,78
Maio/2012
R$991.283,35
Junho/2012
R$1.008.337,80
Julho/2012
R$1.911.966,09
Agosto/2012
R$1.017.439,46
Setembro/2012
R$1.019.636,86
Outubro/2012
R$1.025.428,77
Novembro/2012
R$1.026.891,41
Dezembro/2012
R$1.445.190,22
Total Geral =
R$13.517.148,21
Folha dos 40% do FUNDEB
REFERÊNCIA
VALOR
Janeiro/2012
R$99.301,43
Fevereiro/2012
R$98.619,90
Março/2012
R$105.854,72
Abril/2012
R$106.938,64
Maio/2012
R$106.521,53
Junho/2012
R$106.656,30
Julho/2012
R$163.274,55
Agosto/2012
R$107.035,72
Setembro/2012
R$107.209,74
Outubro/2012
R$107.284,52
Novembro/2012
R$107.885,17
Dezembro/2012
R$160.427,63
Total Geral =
R$1.377.009,85
← Anterior Proxima → Página inicial

Usuários on-line


usuários online