"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

INAUGURADA A MAIS NOVA LOJA DE PEÇAS E ACESSÓRIOS DE BURITI-MA, A REALMOTOS.

 Foi inaugurada hoje (23) a mais nova loja de peças e acessórios para motocicletas, Real Motos, com o slogan “o seu mundo em duas rodas”. De propriedade do empreendedor Luisinho Caetano, a loja abriu trazendo grandes promoções. Ela fica localizada na Avenida Condoca Machado, centro, próximo ao posto de saúde municipal.
A Real Motos atuará com destaque no ramo para fornecimento de peças, acessórios para motos, motociclistas e tintas para o seguimento automotivo. Com espaço de loja bem distribuído e atendimento de primeira, durante toda manhã pessoas foram conhecer o novo espaço, com demonstração de aprovação à Loja. Houve sorteios de diversos brindes e animação da Banda Fogosa. O CB parabeniza toda equipe e deseja sucesso na conquista de clientes.


VEJA AS IMAGENS DA FESTA DE INAUGURAÇÃO DA REAL MOTOS




De chapéu, sinalizando positivo, o proprietário Luisinho Caetano












6 comentários: Leave Your Comments

  1. Por trás desse empreendimento tem o dedo do nenem mourão. . . O luizinho e o seu irmão tem uma ligação muito direta com o a prefeitura de Buriti! Só quem é besta para cair nessa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc é um otario e invejão va trabalhar q o sr Luizinho é comerciante antigo

      Excluir
    2. SO SENDO CRAK MESMO PARA CHEGAR ONDE ESTAO. JA QUE E EMPRESARIO DEVERIA CANCELAR O CARTAO DO FOME ZERO.

      Excluir
  2. o dedo aí outro muito antigo!

    ResponderExcluir
  3. essa nova empresa é só fachada!

    ResponderExcluir
  4. É LAVAGEM DE DINHEIRO.... TÁ NA CARA!

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

HISTÓRICO: "Eu não sou mais um ser humano, eu sou uma ideia."