"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Show do Festejo 2017

Show do Festejo 2017

Shows do Festejo 2017

Shows do Festejo 2017

quarta-feira, 25 de maio de 2011

3
Compartilhe:

Print Friendly and PDF


I ENCONTRO LITERÁRIO
APA DOS MORROS GARAPENSES
  
        O CONAMG - Conselho da APA DOS MORROS GARAPENSES, juntamente com a ABAMA, convidam você para o Encontro Literário da APA, em Coelho Neto, dia 11 de Junho de 2011, no Auditório Municipal- Av. Cordeiro de Faria/ Centro.
      Teremos a presença dos escritores, poetas e artistas da região, e diversos de São Luis e do Piauí. 
     Vamos lá. Todos juntos pela educação, cultura e o Meio Ambiente Natural da APA DOS MORROS GARAPENSE.  

sábado, 21 de maio de 2011

2

O MOVIMENTO LITERÁRIO NA APA DOS MORROS GARAPENSES

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


      UM RELATO DA NOVA REALIDADE QUE COMEÇOU

                        “Sonho que se sonha em conjunto é a realidade que começa”

                          Sem dúvida o movimento literário na APA dos Morros Garapenses tornou-se uma realidade. O mesmo já é sentido nas personalidades que o vivem e se engajam na sua construção.                                     
                          Leiam este relato:
                          -No dia 6 de Maio, por volta das 10: 30 da noite, o  Corsa classic dirigido pelo esportista Alan Borges, filho do poeta Zé Borges furou o pneu na BR 135, distante uns 7 km da cidade de Santa Rita. Aliandro Borges, irmão do motorista e eu, logo sairmos na escuridão buscando pedras que servissem para sustentar o macaco no levantar o veículo no encostamento úmido. Depois do esforço preciso, o pneu furado é substituído e a viagem continua até Buriti, onde na manhã do dia 7, Aliandro participaria de uma Audiência sobre o piso salarial dos professores municipais, colhendo notícias para seu Blog Correio Buritiense, e eu estaria em Duque Bacelar preparando e recepcionando poetas, escritores, intelectuais, artistas e ambientalistas  da APA num encontro literário. Na tarde desse mesmo dia, em São Luis, estive com Aliandro Borges na sede do Jornal Pequeno em reunião com os poetas Alberico Cordeiro, Antonio Ailton e Bioqui Mesito, discutindo e pedindo apoio moral e intelectual  para o Movimento Artístico Literário na região dos Morros Garapenses, compreendendo que o sucesso do mesmo, intrinsecamente, se dará pelo apoio e diálogos com as personalidades literárias da capital e das demais regiões do Estado.Entretanto, discutíamos também que tal Movimento e o alcançar de seus objetivos só serão possíveis com a unidade e o trabalho coletivo dos talentos artísticos e literários locais. Desde modo, quando recebi o Carlos Machado, o mais famoso jornalista da região, vindo de Coelho Neto com sua equipe de TV para registrar o evento, onde  vendo o mesmo encontrar no recinto do Clube Pingo D’água o poeta popular  Chico Murici, o cronista Lázaro Matos, o ambientalista João Cesário e políticos como o Chico Carnaúba e José de Deus, percebo que a caminhada havia começado. Dentro  em pouco, mais  abamistas e conselheiros do CONAMG, vindos de Duque e Coelho Neto, como o Secretário-Executivo Gilson Moraes, que trouxera sua esposa Tereza, o Maestro Adelino e a cantora Raquel Santos, completando esses o quadro de personalidades do encontro. E mais dessas personalidades chegavam, os professores e compositores Antonio Araújo, Bené Gomes e Josué Araújo, esse representando a UEMA local. Enquanto todos chegavam, no microfone se declamavam versos de Lili Lago, Zé Borges, Vilmar Machado e Felipe Neres, ambos bons poetas regionais. Dois deles ausentes por compromissos pessoais e dois ausentes pelo abraço da morte.
                            Nisto é facultada a palavra para o cronista e também secretário de Cultura Lázaro Matos, que defendendo a importância do evento pede depois da sua fala para a ambientalista Noeme Rocha ler um texto em versos de sua autoria feito para a ocasião. Por sua vez, o poeta Chico Murici declama seus próprios versos, dizendo:

                                                          Quis encontrar companheiros
                                                           para não cantar sozinho.
                                                          Não encontrei nem pobre, nem rico,
                                                          nem homem culto, nem o filho do visinho.
                                                         Como não encontrei ninguém
                                                         Cantei com os passarinhos.

                                 Realmente, durante muitos anos esse poeta garapense cantou e viveu sua poesia solitário, num anonimato desestimulante. Porém, essa página branca cultural e existencial de sua vida é agora deixada pra trás, pois pretendemos escrever outras páginas com vivências poéticas e intelectuais, para o mesmo não cantar mais sozinho. Assim, como prova e demonstração deste acreditar meu, logo após o Murici declamar seus versos, chegou ao recinto uma equipe de acadêmicos de Letras, que futuramente poderão estudar os versos deste Patativa garapense, registrando que sim, valeu apena ele cantar solitário com passarinhos e com os homens também.
                                  No salão do Clube Pingo D’água um circulo grande de cadeiras plásticas fora organizado para os convidados sentirem o círculo grande de amizades regional que se passava conviver desde então com a realidade da APA dos Morros Garapenses. Tendo à direita deste circulo uma mesa com mostra de autores dos municípios de Buriti, Duque, Coelho Neto que já publicaram livros, comprovando a realidade de intelectualidade da região. E um varal de barbante com poemas de Elian e Eliram Sousa, Lulu, Abraão Ribeiro, Senhorinha, Moacir Viana, Felipe Neres, Chico Murici, Zé e Aliandro Borges, Vilmar e Francisco Carlos Machado, todos dos Morros Garapenses. Vez por outro, brisas do Parnaíba, tão presente e perto, balançavam esses poemas estimulando seus autores a publicá-los. ASSIM, enquanto não chegava à típica feijoada, uma nova rodada de poemas com a temática “Mãe” escritos por Lurdes Bacelar Viana, Felipe Neres, Vilmar e José Machado são declamados. O Seu Carnaúba ouvindo o poema “Dona Bernada”, em homenagem a sua mãe, se emociona e chora. A poesia estava cumprindo o seu papel de emocionar.
                                Chega então à esperada feijoada trazida pela ambientalista Noeme Rocha, que fora feita pela professora Rita Gomes. Organiza-se uma mesa em frente para colocar os tachos e pratos, e com fome os presentes se dirigem a mesa, servindo-se. Enquanto todos se deliciam (estava muito gostosa a feijoada), se ouvia como música ambiente versos de Drummond na voz do ator Paulo Autran. E o momento ficou bem melhor com barriga cheia; mais ainda com a chegada atrasadíssima dos poetas de Buriti, Lulu e Aliandro Borges, junto com os amigos Alex Borges, Eduardo, Gilson Lima e Reginaldo Furtado, que passam também a degustar a feijoada.
                                E dando continuidade ao nosso encontro, com todos bem saciados, educadamente sentam-se para ouvir a cantora Raquel Santos apresentando duas belas canções “ Ilha do Bambu ”  e “ O Bordado “, letra premiada no festival SESI, composta por seu esposo Maestro Adelino, que também acompanhava  no violão a cantora. Depois fora feito um sorteio de mais de vinte livros de autores maranhenses, onde a expectativa e alegria geral tomaram a todos,   esperançosos de ganharem um dos exemplares. O grande círculo de cadeiras plásticas fechou-se um pouco após o sorteio e os presentes ouviram meu pequeno discurso da realidade da APA DOS MORROS GARAPENSES e dos benefícios que a mesma poderá trazer para o desenvolvimento sócio-sustentável das nossas comunidades se houver um real engajamento e unidade dos seus cidadãos. Assim, em discussão os presentes aprovaram a organização de um maior Encontro Literário para o dia 11 de Junho do corrente ano em Coelho Neto, envolvendo todas as comunidades dos quatros municípios da APA. Desfeito o círculo, os poetas, músicos, escritores e ambientalistas presentes se despediram mutuamente, voltando para suas casas e cidades contentes e satisfeitos pelo encontro.
                                  Como falei no início, “o movimento literário na APA DOS MORROS GARAPENSES tornou-se uma realidade”, e através dele muitas coisas de bom se fará em favor da vida, talentos e dons dos artistas de Buriti, Coelho Neto, Afonso Cunha e Duque Bacelar. Unamo-nos e desejamos com afinco essa nova realidade.

                                    Soli Deo Gloria
  
                           Francisco Carlos Machado
Presidente da Associação Bacelarense de Proteção ao Meio Ambiente (ABAMA), poeta, crítico literário e “cidadão morro-garapense”

sexta-feira, 13 de maio de 2011

0

SENADOR EDISON LOBÃO FILHO SOFRE ACIDENTE GRAVE E ESTÁ SEDADO SEM PREVISÃO DE ALTA DA UTI

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


O senador Edison Lobão Filho foi atingido por uma camionete enquanto dirigia pela rodovia MA-202 próximo à cidade de Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís.
No momento da colisão, ele estava sozinho no veículo. O senador estava consciente quando deu entrada no UDI Hospital às 21h07 da quinta-feira (12).
O senador está respirando com a ajuda de aparelhos e não tem previsão de alta da UTI, segundo a assessoria de imprensa do UDI Hospital.
Com ferimentos nas costas, nas pernas e cortes profundos na face, ele passou por uma cirurgia durante a madrugada para a realização de drenagem toráxica e estabilização de fraturas dos membros inferiores. Ele permanece sedado desde o início do procedimento. (clique aqui para ler mais)

Fonte: www.folha.com.br
5
Compartilhe:

Print Friendly and PDF



DESCRIÇÃO DE UMA BARBÁRIE
No dia 21 de abril, por volta das 19h30, o jovem Afonso Ambrósio (22 anos) foi violentamente assassinado por outro jovem, conhecido como Valdinar (cerca de 24 anos).
O CRIME – A barbárie ocorreu na churrascaria Batista, e, segundo testemunhas, o jovem Valdinar aproximou-se do local onde estavam o jovem Afonso, seu irmão Jackson e alguns amigos. Valdinar ao descer da motocicleta pilotada por seu amigo Francisco Paulo, vulgo Francispaulo, iniciou o inesperado: esfaqueou com um punhal de 30 cm, a virilha direita de Jackson, irmão de Afonso. Ao ver o forte sangramento de seu irmão, Afonso tenta, desesperadamente, ajudá-lo, momento em que é alvejado, brutalmente, com o mesmo punhal que atingira seu irmão. Afonso, gravemente ferido, ainda foi levado para o Hospital do Trabalhador Buritiense (HTB), onde recebeu os primeiros socorros e, então, foi encaminhado à Teresinha, capital do Piauí. Infelizmente, Afonso não resistiu à grande perda de sangue, em decorrência da punhalada, e faleceu antes mesmo de chegar a Teresina, próximo ao povoado Alegre (Buriti-MA). O assassino foi retirado do local e conduzido até sua própria casa por seu comparsa Francispaulo. De acordo com testemunhas, não houve nenhum tipo de discussão que pudesse ter provocado tamanha barbaridade cometida pelo jovem Valdinar.
A CAÇADA AO ASSASSINO - A policia militar (PM) foi acionada e aí, então, começou a perseguição a Valdinar. A PM descobriu que o acusado estava escondido em sua residência, e chegando lá começaram as negociações para que o acusado se entregasse. Ao recusar sair de dentro de sua casa, a polícia realizou um cerco ao local com os Cabos Raimundinho e Chagas, e o Agente Civil Richarly. Após a confirmação da morte de Afonso, e devido à recusa do assassino em entregar-se a polícia, as autoridades policiais tomaram a medida mais enérgica de adentrar na residência, dando voz de prisão ao acusado, que inicialmente não esboçou nenhuma reação. No entanto, quando o agente civil baixa sua arma, Valdinar tenta pegá-la, começando um confronto para algemá-lo. Os familiares de Valdinar ainda resistiram em entregá-lo. Após a prisão o acusado foi conduzido ao município de Chapadinha por questões de segurança.
A atuação das polícias civil e militar foi fundamental para elucidação e prisão do assassino.

HOMENAGEM DO CORREIO BURITIENSE
video

quarta-feira, 11 de maio de 2011

0

OPERAÇÃO RAPINA 3

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Polícia Federal deflagra operação contra desvio de verbas no MA
A Polícia Federal no Maranhão deflagrou na manhã desta quarta-feira (11) operação que visa cumprir 25 mandados de busca e apreensão e 13 de prisão temporária.
A PF investiga suspeitos de participarem no desvio de recursos públicos federais repassados à Prefeitura de São João do Paraíso (755 km de São Luis).
Segundo a Superintendência da PF em São Luis, a operação, batizada de Usura, contou com a participação aproximadamente 100 policiais federais e o apoio de 15 auditores da CGU (Controladoria Geral da União).
A investigação constatou que R$ 5,57 milhões destinados a investimentos nas áreas da educação e saúde teriam sido desviados.
Parte do dinheiro seria proveniente do FPM (Fundo de Participação do Município).
A fraude, de acordo com a Polícia Federal, teria acontecido durante as duas administrações municipais de São João do Paraíso desde 2005.
A operação, deflagrada também em São Luis, Imperatriz e Barra do Corda, é decorrente de análise do material apreendido em outra operação, realizada em 2009 e denominada de Rapina 3.
Na época, a ação prendeu empresários, políticos, secretários municipais, membros das comissões de licitação e contadores acusados de desviar R$ 15 milhões de recursos federais entre 2007 e 2008 nas prefeituras maranhenses de Ribamar Fiquene e Senador La Rocque.
Fonte: RICARDO SCHWARZ, COLABORAÇÃO PARA FOLHA DE SÃO PAULO.

0

AGRADECIMENTOS

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


O Correio Buritiense sente-se profundamente honrado e torna público seu agradecimento pela menção honrosa, proferida  durante a reunião de divulgação do novo reajuste salarial dos professores, no último sábado (07), pelo Sr. Gilson Lima, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Buriti (SSPMB ), que destacou a atuação deste portal de notícias e de seu Redator-Chefe em benefício da população buritiense.

terça-feira, 10 de maio de 2011

0
Compartilhe:

Print Friendly and PDF


PREFEITO NENÉM MOURÃO É OVACIONADO AO ANUNCIAR O NOVO REAJUSTE AOS PROFESSORES.




No último sábado (07), às vésperas do dia das mães, na reunião iniciada pelo secretário de educação, professor Romildo Júnior, às 9h40min, no Centro de Apoio Pedagógico (CAP), juntamente com a Comissão responsável pela elaboração do Plano de Cargos, Carreira e Salário (PCCS) do Magistério, o prefeito Neném Mourão, ao divulgar o novo reajuste do piso salarial do magistério de Buriti – MA, surpreendeu mais uma vez, da mesma forma que fizera no ano anterior, e anunciou um aumento de 17 %; superior, portanto, ao debatido pela Comissão, que era de 15,84%.
Durante o anúncio do aumento salarial, cujo piso ficou agora em R$ 1.013,22 (mil e treze reais e vinte e dois centavos) para 20h (nível médio) - valor superior ao vencimento básico estadual (cerca de R$ 709,43), - o prefeito Neném Mourão foi aplaudido efusivamente (veja o vídeo abaixo) enquanto a euforia da platéia, composta em sua maioria de professores, era incontrolável.
video

O pacote de bondades não se limitou apenas ao aumento do piso salarial, mas o prefeito também anunciou o pagamento ainda na segunda-feira (09) da 3ª parcela de abono salarial no valor de R$ 1.868,00 (mil oitocentos e sessenta e oito reais) – momento em que foi também muito aplaudido – e determinou ao secretário fazer uma análise acerca da possibilidade de elevar os salários dos demais profissionais da educação.
De acordo com o secretário de educação “o prefeito tem o mérito por confiar na Comissão” e tudo foi muito bem pensado, não havendo a possibilidade de deixar nenhum “abacaxi” para seu sucessor.

MEMBROS DA COMISSÃO PRESENTES NA REUNIÃO: Maria Edilene Bastos Rodrigues – Representante do CME; Antonia Edilene Serejo Tertulino – Representante do Poder Legislativo; Iran Cardoso Tertulino – Representante dos Diretores das Escolas da Zona Urbana; Franklin de Oliveira Barroso – Representante dos Diretores da Zona Rural; Ana Lucia Rodrigues dos Santos – Representante dos Professores da Zona Urbana; Gabriela da Costa Chaves – Representante dos Coordenadores Pedagógicos; Gilson Lima Silva – Representante do SSPMB – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Buriti; Alexandro Cárter Silva Borges – Representante Do SINTASP – Sub-sede Buriti – MA.

terça-feira, 3 de maio de 2011

0

PRAZO FINAL DA ENQUETE

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


O Correio Buritiense comunica que a enquete “Em quem você votaria para prefeito de buriti?” Encerrará no próximo domingo, 10 de maio, e em breve será aberta outra com a mesma pergunta e com mais nomes como opção de respostas. Se você tem algum sugestão de possíveis candidatos em 2012 nos envie para o e-mail cburitiense@gmail.com ou deixa seu palpite no mural de recados que analisaremos e talvez possa está nas opções.

O Correio também fará semanal uma enquete temática dos fatos debatidos em buriti e no Brasil. Não deixe de votar.

← Anterior Proxima → Página inicial

Usuários on-line


usuários online