"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

Conferência de Mulheres da Assembleia de Deus em Buriti-MA

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Charles Crispim na Balada Fight - Edição Tatto

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

0

Pesquisa feita com mais de 30.000 pacientes, acompanhados por 08 anos, revela que aumentar o nível de colesterol bom diminui risco de infarto e derrame em pacientes com diabetes.

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


O aumento dos níveis de colesterol bom, o HDL, reduz o risco de ataques cardíacos e derrames em pacientes com diabetes, afirma estudo publicado na sexta-feira (07/10) na edição online do American Journal of Cardiology.
O estudo foi realizado pelo Centro para Pesquisas de Saúde (Kaiser Permanente Center for Health Research, pertencente a uma organização sem fins lucrativos), e é a maior pesquisa observacional já realizada. Foram examinados registros de saúde de 30.067 pacientes com diabetes que passaram pelo Centro entre 2001 e 2006.
A opção do estudo por pacientes com diabetes deve-se ao fato de que a doença, em alguns casos, aumenta os riscos de problemas cardiovasculares em até 87%, de acordo com um estudo de 2008. Dos pacientes estudados, 61% não apresentaram mudanças no nível de colesterol, 22% tiveram um aumento de pelo menos 6,5 miligramas por decilitro de sangue (medida padrão para a medição do colesterol), e em 17% os níveis de HDL caíram a mesma quantia.
Depois da medição, os pacientes foram acompanhados por 08 anos para ver se foram hospitalizados por causa de um infarto ou derrame. Resultado: os pacientes que tiveram o HDL aumentado sofreram 8% menos ataques cardíacos e derrames que os pacientes que não apresentaram mudanças no nível do colesterol, enquanto aqueles que tiveram redução nos níveis de HDL sofreram 11% mais infartos e derrames.
O resultado representa mais uma evidência da relação entre o HDL e as doenças cardiovasculares — neste caso, uma influência benéfica. Já se sabia que o LDL, o colesterol ruim, aumenta o risco de problemas cardíacos, mas a relação do LDL nunca foi clara.
Por que o HDL faz bem?
O colesterol é importante para o organismo por sintetizar vitaminas e hormônios, mas eles não circulam livremente pelo sangue. Para fazer isso, é preciso que se juntem às lipoproteínas, como a  HDL (sigla para high density lipoproteins, ou lipoproteínas de alta densidade) e a LDL (low density lipoprotein, lipoproteínas de baixa densidade). A HDL impede que a LDL forme placas de gordura nas artérias que dão origem à arterosclerose, diminuindo ou obstruindo o fluxo sanguíneo, provocando infartos ou derrames.
Como aumentar o HDL, o bom colesterol?
Até agora, poucas medicações foram capazes de aumentar o HDL, e as que fizeram isso apresentaram vários efeitos colaterais. As pessoas podem aumentar seus níveis de HDL sem medicação, alterando o estilo de vida: é preciso se manter dentro do peso ideal, consumir alimentos saudáveis, abandonar ou evitar o tabagismo e praticar exercícios. Segundo a American Diabetes Association, os níveis de HDL devem ser de pelo menos 50 miligramas por decilitro de sangue nas mulheres e de 40 nos homens. Níveis acima de 60 protegem contra doenças cardíacas.
← Anterior Proxima → Página inicial

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online